Passo...compasso....

Sempre um sentimento surge
no espaço de um compasso
do tempo em movimento.
Surge sempre no hiato 
do passo, no compasso
do movimento do tempo.
Movimento, compasso
tempo, espaço...
e um sentimento.
Que turva meus olhos
Ou lhe dá brilho.
Vai depender do movimento
dos compassos dos meus passos
nos espaços do meu tempo
dos caminhos em que trilho.

Elzinha Coelho

Postagens mais visitadas deste blog

Escolhas

Hodierno

Poesia? (Repostando)