Passo...compasso....

Sempre um sentimento surge
no espaço de um compasso
do tempo em movimento.
Surge sempre no hiato 
do passo, no compasso
do movimento do tempo.
Movimento, compasso
tempo, espaço...
e um sentimento.
Que turva meus olhos
Ou lhe dá brilho.
Vai depender do movimento
dos compassos dos meus passos
nos espaços do meu tempo
dos caminhos em que trilho.

Elzinha Coelho