Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2012

Ponto de vista

Imagem
Ser contraditório, ser humano
Ser insano, ser fatal
Ser mundano, ser normal
Ser ilusão ou ser real




Quem poderá medir o ruim em mim
Se hoje posso ser melhor que o pior do que já pude ser um dia???...


Elzinha Coelho



Orgulho

Imagem
O sorriso é raso
A frase é curta
E eu tento esconder
O arrepio na nuca
Enquanto meus olhos
Fogem dos teus...


Elzinha Coelho

Quem tem pressa... come cru

Imagem
Arte de Francesco Del Cossa  Nas urgências do coração
Nessa ânsia de se ter um amor
E receber na mesma fração
Qualquer Ser é belo
Qualquer Belo é bom...


Elzinha Coelho






A espera...

Imagem
Ainda na retina,  presa está a imagem
E mais uma tarde preguiçosamente se esconde
A terra em torno do sol já girou mil vezes
E a espera é só o que me resta...


Já  não há mais o que dizer






Elzinha Coelho

O avesso das tuas verdades!

Imagem
Não sou o que espera nem o que pensa, não sou nem de longe o que você quer por perto. Sou o errado na tua ideologia; o retrato do que te incomoda...mas to na moda. Não uso minha simpatia pro que não me serve só para ser aceita, não tenho receita, sou feita de pitadas de todo tipo de ingredientes, não sou ausente quando me precisam, mas fico invisível se não faço falta. Eu incomodo os hipócritas e sou amada pelos simples. Sou uma vastidão de sims e nãos. Não acredito em insistências, principalmente na área do coração. Sou um feixe de energias que compartilho aleatoriamente, e só atraio o que me faz contente, pro que não me faz bem eu digo não.  Gosto do diferente, do sinceramente simples e comovente. E felicidade é isso, um estado de alma, um sentido único e pessoal. O que te faz feliz, não sei, mas com certeza não sou eu... sou sem nexo, sou o concavo, o convexo... Sou o que sou..... o avesso dos sonhos teus.
Elzinha Coelho

Pensando...

Imagem
Ter controle dos sentimentos... me diga como...de que jeito...
Me diga do que é feito...


Elzinha Coelho

Consentimentos

Imagem
Não há encanto quando o canto em que se encontra está escuro Não está maduro o fruto que no fundo ainda amarga Não tem futuro a vida quando no passado ainda se prende Nem há correntes que se arrebente quando estar cativo é o que te basta Não existe jeito de ficar desfeito o que o peito ainda embala Nem tem maneira, nem tem reza, nem magia,  nem poesia que dê fim no que se quer para uma vida inteira!
Elzinha Coelho

Traçando traços...

Imagem
Sozinha assim Perdida de mim Vagando no espaço Sem nó e sem laço
Só encontro eco No oco da alma E traço o meu traço E traço o meu traço
Sem pressa... Sem embaraço... E traço... E traço...
Elzinha Coelho