Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2012

Sem medo

Imagem
No abandono dos meus apegos
Nas horas mornas do sossego
Encontro enfim o fim do medo
E nas raras pausas mansas do dia
Em que me entrego sem agonia
À construção de um pensamento
Encontro sempre e por inteiro
A real essência, e o que espero
Do que fui, sou e quero...

Mesmo que o que creio, assim
Seja verdade só para mim
Pouco importa o que pensam
Sou eu, é verdadeiro e fim!

Elzinha Coelho

Insonia

Imagem
É um desassossego que me tira a calma
De um não sei o que que não fala, cala
Me desaguando inteira, emudecida e fria
Nas noites insones...
                                             tensas galerias...

Elzinha Coelho

Ainda...

Imagem
Não sou perfeita... sou sujeita a todo tipo de imperfeição e ainda não suporto me importar com quem não se importa em me magoar... mas eu me importo e me incomoda me importar.... Me incomoda perceber no sorriso oferecido algum interesse escondido que só se guarda no pensar... Eu me importo com a atitude gratuita que por vezes é tão rude que nem dá prá disfarçar...
Me importo.... mas queria não me importar...
Elzinha Coelho

Paralelos

Imagem
Te levo comigo por onde vou
Carregas consigo o que eu não sou
E a vida se incumbe de nos separar

E a ausência sentida é só de cá
Do lado de lá onde não estou
A porta é trancada, não posso entrar

E vejo o acaso tecendo tuas teias
Num emaranhado de laços e nós
Em pontos opostos ficamos os dois
Mútuos e estranhamente
                                          sós...

Elzinha Coelho

Escrevendo...

Imagem
As palavras que transpiro

Os versos que respiro

São estrelas clareando

Moldando, dando forma

Ao caminho que percorro

À luz que me adorna


                                                              Me achando, me buscando...
Me trazendo aqui prá fora...

Elzinha Coelho