Amor Mal Resolvido

Parou!... No início do soluço
No meio do beijo
No final do pulso
Mãos que não mais se tocam...

Palavras ficaram presas
Não ousadas, não ditas...
Gemido guardado!
Guardado o apelo!

Não há mais espelho
Não há alegria
Nem tem fantasia
Somente agonia...

Do que poderia ter sido
Antes que o espelho caísse
Antes que a noite chegasse
Mas já era tarde... Já anoitecia...


Elzinha Coelho

Comentários

  1. Lindo o teu poema, amiga Elzinha.
    Um abraço. Tenhas um lindo feriadão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Dilmar,

      Muito bom vê-lo aqui. Bom feriado amigo!!!

      Beijo

      Excluir
  2. Olá amiga Elzinha! Poxa que belo poema! Gostei! Deixo-te um abraço e beijos, com carinho de Fernanda Oliveira

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigada pela visita. Seu comentário é fundamental. Beijos

Postagens mais visitadas deste blog

Escolhas

Hodierno