Em busca de mim...


Ando ocupada me procurando
Tão preocupada em me achar
Depois me entender
Por fim me aceitar
Que quanto mais eu me apego
Nesta busca desconexa
Onde a pressa não sobrevive
E a lentidão é só promessa
Mais urgente se faz o apelo
Que pelo jeito é desespero
É esmero, talvez zelo
De achar o que de fato
Faz o que sou ser tão intenso
O meu verbo tão imenso
E o meu Eu tão verdadeiro...

Elzinha Coelho





Postagens mais visitadas