Será que há o que entender?


Nada me vem à cabeça
A não ser esse querer...essa ausência...
É algo que me machuca, me incomoda.
As vezes me confunde, outras vezes me sufoca.
Permanece esse insólito desejo
De aceitar o ignóbil... 
O gesto sem doçura
A frieza, o descaso
Quanta amargura...
Entender vira uma incógnita
Estradas de pedras duras
Que ainda insisto em caminhar por elas!

Elzinha Coelho



Postagens mais visitadas deste blog

Escolhas

Aforismos de uma Insana Sensatez