MEUS INCENTIVADORES- GOSTARAM E FICARAM!!

sexta-feira, agosto 31, 2012

Porque ter um Blog??



BLOGANDO ENTRE AMIGOS

Tem coisa que não precisa fazer sentido, embora tenha todo sentido para mim ter um blog sem nem mesmo saber o que era. Verdade, era uma ignorante completa do assunto.  E hoje aqui, participando de uma Blogagem Coletiva, maravilha!!! 
Agradeço ao amigo Antonio Pereira Apon do Blog http://www.aponarte.com.br , pelo convite. 
Vai aí o que penso sobre ter um Blog.


Há simplicidade no ar, cheiros de novidades, sussurros de intenções, busca da claridade. Há música nos corações, afeto nas pretensões. Há carinho no olhar...Sorriso no despertar. A alma se agiganta impregnada de esperanças.....saturada de desejos. Há abraços esperados...Sorrisos despojados... Vontade aberta, escancarada, sincera de se ser melhor, de crescer, amadurecer. Realmente há brilhos no ar, no olhar, no ato, no pensar. Há luzes por todo canto, por fora e por dentro... da alma ao firmamento. Uma corrente de encanto que revigora, que fortalece e o que é bom a gente guarda, o que é bom nunca se esquece .  RE-COMEÇAR... RE-AMAR... RE-ENTENDER...   RE-ASCENDER...  RE-INVENTAR... novos caminhos, outras verdades... outros carinhos, novas saudades... na grande roda que é a vida... na grande vida que é a nossa!

Elzinha Coelho

segunda-feira, agosto 27, 2012

Amanhecendo

Ontem entristeci...
E anoiteci logo que amanheceu
O orvalho gelado ainda na pele
O tom pastel do meu sorriso sem jeito
(Ou um ensaio de riso refletido no espelho?)
Dava ares de poucos amigos...
Nublei como um céu em dia de chuva
E chovi pelos olhos
Chovi pelos poros
Chovi pelos cantos
Chovi como nunca
E a chuva molhava
A chuva envolvia
A chuva limpava
A chuva chovia
E aliviava a noite sem lua
E por minhas ruas escuras passava
Desanuviando a hora tardia
E sem me dar conta já me amanhecia...

Elzinha Coelho

domingo, agosto 19, 2012

O meu Agora


A noite é longa
E infinito é o passar das horas
O gesto inerte...
O verbo guardado...
A mente vazia...

No etéreo me encontro
Neste espaço me encaixo
E a alma ensaia
Um doce passo de dança

No instante entre o que não se foi
E o que ainda não é
É onde eu me acho
Neste hiato o meu agora descansa...  

Elzinha Coelho

sábado, agosto 11, 2012

Uma Pausa


Hoje estou bem aqui, onde o silêncio faz morada
Onde as lembranças entram sem pedir licença
E estar só não dói,  é confortável...

Opção de estar aqui por algum tempo
Só assim poder por ordem ao sentimento
Me deixando levar pelo momento
Que é só meu e minha conversa é com o vento

Sem lamentos, sem lágrimas, sem tormentos
Só dando asas aos descabidos cabimentos

Sentimentos insanos vasculhados
Recompondo, refazendo, revirando
Remexendo o sentires tão guardados
Prá seguir em frente... Respirando.... 

Elzinha Coelho

domingo, agosto 05, 2012

Enganos


A loucura está aqui, bem dentro da gente, e a gente mente prá ver se não sente, fica indiferente. Inocente que a gente é... acredita seriamente que falta de sorriso no rosto não é defeito, é até um jeito de ter respeito. Incoerente que a gente é... pensa sinceramente que alegria tem que ter medida, tem que ter hora,  prá vir e prá ir embora. Inconsequente  que a gente é... 

Elzinha Coelho

quinta-feira, agosto 02, 2012

Minha estrada...



O caminho que percorro, tantos já percorreram
Uns a passos largos, outros nem tão ligeiros
Retornar só se for para resgatar algum pedaço nosso
que ficou em algum tropeço, perdido em algum destroço
O caminho é de ida
A estrada é longa, sinuosa
Cheia de sutilezas, de perigos, de surpresas
É meu caminho, minha estrada
Que percorro, que me percorre
Enfim...
Eu dentro dela
E ela em mim!

Elzinha Coelho