Sem esforço para compreender tanto a vida



(...)Então pareço feliz demais quando, na verdade, só estou
sendo do meu jeito mais possível, menos doído,
mais indo que vindo...(..)



Priscila Rôde
http://priscilarode.blogspot.com