MEUS INCENTIVADORES- GOSTARAM E FICARAM!!

terça-feira, julho 16, 2013

Poema do Desapego


Queria ser como a água e contornar

Como o vento e passar

Somente ser a noite e brilhar

Apenas o colo que acolhe

Não sentir vontade de ficar...

Sem raízes, sem prisões

Sem esperas, nem demoras

Ser sem ter

Doar, ceder

Tecer a vida como o vento tece a água

Contornando e passando

Com pressa de ir embora...

Mas não se é tempo, nem água, nem vento
Somos presas,  pragas, pensamento
Ligeirezas, ilusões, sentimentos

Somos dores, sabores, amores
Somos laços, temores, abraços
Confusas emoções, tênues traços

Sorrisos, perdas, memórias
Lágrimas, sonhos, cansaços
Espaços, lembranças, histórias

Somos o tudo num só momento
O eco, o oco, o profundo
O grito de dor no tormento
E o riso de alívio do mundo!


Elzinha Coelho








sábado, julho 13, 2013

Ah! esse querer...



Um querer marcado
de distancias físicas
Um amor guardado
Cheio de delícias

Ah! se eu pudesse
Voltaria agora
Prá segurar tuas mãos
E não ir embora

Me deixando aqui
Solitária e triste
Com a tua imagem
Presa na memória

Ah! se eu pudesse
Voltaria agora
Prá mudar o rumo
Desta nossa história

Elzinha Coelho

segunda-feira, julho 01, 2013